[Conto] – A Fúria

zambar

tum…tum…tum
O som dos tambores de guerra são substituídos pelos teus batimentos cardíacos. De repente, todo o clangor da batalha cessa,  dando lugar apenas ao som de tua ofegante respiração. Todo o teu campo de visão se transforma em um horizonte rubro-sangue.  Aliados, inimigos, nada importa mais. Todos perderam seus rostos, todas as faces tornam-se desfocadas.  Teu coração de tambor acelera as batidas.

 Tum…Tum…Tum
O que corre nas suas veias e outrora fora sangue, agora se torna lava. Sentes teu corpo em pura ebulição,  a fumaça  gélida que soprara pela boca se transforma em vapor, como se tu fosses um dragão que acabara de cuspir fogo. Teus pêlos se eriçam  como se fosse um lobo prestes ao ataque.  Teu coração de tambor continua a acelerar as batidas.
 TUM… TUM…TUM
Teus músculos tornam-se rígidos como rochas, estraçalhando em cacos as partes mais frágeis de sua própria armadura como se fossem vidro lançado ao chão.  As mãos queimam e tremem com a energia enviada para tuas extremidades. Teu imenso e pesado machado torna-se mais leve que uma adaga de gnomo. Tuas pernas nunca foram tão poderosas, como se pudessem atravessar montanhas com um único salto. Teu coração de tambor continua a acelerar as batidas.
TUMTUM… TUMTUM… TUMTUM

Tua mente cessa. Os ferimentos e cortes gerados por laminas enferrujadas e pontas de flechas presas em tua carne nunca existiram. Tua mente nunca existiu. Você agora é um aglomerado de instintos (você sempre foi um aglomerado de instintos).  Nunca foi nada além disso. Nunca existiu nada além do agora. Tu te tornas apenas um animal. Um poderoso animal. Com o machado para o ar, tu saltas enquanto bradas o nome de Odin, aterrorizando inimigos e aliados. Teu coração de tambor continua a acelerar as batidas.

TUMTUMTUM…TUMTUMTUM…TUMTUMTUM

Nada mais existe. Você não mais existe. Por alguns instantes, o mundo fora destruído, tu incluso. Tu abre os olhos. Ninguém vivo. Nada além de ti. Aliados, irmãos, inimigos… todos mortos. Todos mutilados. Sente dores agudas em todo teu corpo. Teu peito coberto de flechas. Tuas pernas feridas, teus braços destruídos. E tudo o  que fazes é sorrir. Tudo o que sentes é a felicidade. É sua missão cumprida. A fúria te guiou por toda a tua vida, a fúria te salvou inúmeras vezes, a fúria te levou a viver uma vida incrível e poderosa. A fúria agora te chama. A fúria agora cobra o seu preço e quer te levar embora.

Tum…Tum…Tum

Tu vês os corvos circulando o céu. Sorri ao lembrar de tantas vezes que vira essa cena olhando para trás ao deixar o campo de batalha sorrindo e pensando em como se sentiam os azarados mortos. Você agora é um deles. Que ironia. O sangue começa a escorrer pela sua boca.

tuum…tuum…tuum

Ouves os tambores de guerra novamente. Ouves o barulho de sua terra natal, o martelo batendo na bigorna na oficina onde fora criado. Vê a bela dama sentada novamente em teu colo, sente seu perfume. Revives o sabor de seus beijos. Ouves o bandolim dos bardos tocando sua canção favorita. Sentes teu coração fervilhar novamente ao ouvir o chifre tocando antes do combate. Tu tosses. De tua tosse escorre um bolo de sangue.

tuuum……tuuum……tuuuum

Tu sabes que tua hora chegou. Avista teus ancestrais. Eles sorriem pra ti ao se sentirem honrados.  Avistas o céu se abrindo. As nuvens se rompem,  abrindo a passagem para cavalos alados surgirem. São elas. As Valquírias. Elas vieram te buscar. Hoje é teu dia de adentrar aos portões do Valhalla.  Hoje é dia de encontrar o Pai-de-Todos.
Hoje é teu dia de  fazer  parte dos Einhenjar. E tudo graças à ela. Aquela que faz os instintos sobrepujarem tua mente. Aquela que te permite fazer o impossível. A mãe de todas as batalhas. A fúria.. a fúria…a fú……

tuuuum… tu…….

556c33ec72a26cd2a0866a1886c80d76

Anúncios

Um comentário sobre “[Conto] – A Fúria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s