[RESENHA] Ao Haru Ride

Por Talita Breves

Sinopse: Yoshioka Futaba é uma garota do colegial atrapalhada, sempre comendo ou derrubando coisas, mas ela nem sempre foi assim. No fundamental era considerada uma garota muito bonita, contudo ela era isolada por suas companheiras de sala, então decidiu reiniciar sua vida no colegial mudando seus hábitos. Yoshioka faz de tudo para não ser considera bonita pelos meninos da escola, assim suas amigas não ficaram com ciúmes, mas tudo isso pode mudar, quando ela reencontra seu antigo amor Tanaka-kun, ao qual foi embora a 3 anos sem dar nenhuma explicação. O que será que vai acontecer com a chegada desse antigo amor? E por que Tanaka esta com um nome diferente?


Ao Haru Ride é uma série de mangás shōjo escrita por Io Sakisaka e teve seu inicio em 2011 com o fim em 2015 com 13 volumes. No Brasil, o mangá foi licenciado pela editora Panini e começou a ser publicada em 2015 com o título AohaRaido – A Primavera de Nossas Vidas. O título original é Ao Haru Ride, o nome foi mudado, pois segundo a editora seria mais fácil ser pronunciado.

Minhas considerações 😉 : é uma mangá muito doce, clichê… rsrs, mas lindo de mais. Os traços da Io Sakisaka são maravilhosos, simples e um pouco preguiçosos (rsrs). Os traços simples dão um tom ensolarado, como se estivéssemos, em um dia de sol de primavera o que foi perfeito ao titulo do mangá Ao Haru Ride (que significa passeio na primavera azul), o enredo da historia é bem comum, mas encantador, o que fez desse mangá virar um dos favoritos dos fãs desse gênero (que é meu caso).

Os personagens são fofos de mais, Futaba só queria que suas amigas a aceitassem, mas com isso ela se conteve e deixou de fazer coisas que queria para agradar e não ser mais excluída. No decorrer do mangá ela vai percebendo que isso não vale a pena, e vão surgindo novos amigos, e ela começa a ver o que é a verdadeira amizade. Kou também de inicio foi mostrado como alguém muito sorridente e amistoso, mas alguma coisa aconteceu em seu passado que o tornou tão frio e distante de todos (o que será que aconteceu?. Não vou dar spoilers), assim como a Futuba, Kou vai percebendo que ele pode se aproximar das pessoas e voltar a sorrir.

O mangá mostra tanto o romance de Futaba e Kou como também o poder que a amizade pode fazer na vida, os personagens vão mudando no decorrer do mangá, assim como fazemos na vida, sempre mudamos. Gostei bastante desse mangá e fiquei feliz que a Panini licenciou ele para o Brasil, pois é um gênero não tão apreciado, as pessoas que admiram este tipo de mangá sofrem de poucos títulos Shoujo publicados aqui no Brasil), seu último volume já foi publicado e espero que vocês apreciem tanto quando eu, super recomendado….

PS : O sucesso da história foi tão grande que em Julho de 2014 começou a ser produzido o anime com 12 episódios de 25 minutos cada e 2 ovas.

 

Tatlita Breves – Talita estuda psicologia e possui quase todos os pokemons do Pokemon GO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No mesmo ano do lançamento do anime foi produzido o Live Action , os atores que escolheram para o Live foram perfeitos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s