X-Ciência – Qual é o poder de explosão de uma carta do Gambit?

ATENÇÃO!

– Todos os cálculos a seguir são apenas aproximações.

– Usaremos apenas física básica para facilitar a compreensão e a diversão.

– Os valores de incerteza são calculados de modo estatístico por propagação.  

– Não tente isso em casa; esses cálculos são feitos por profissionais.

gambit442A pergunta deste post, trazida por um nerd curioso (El Tiba), na verdade foi adaptada, pois originalmente era “Qual a velocidade de uma carta atirada pelo Gambit?”.

Aí vocês podem dizer “Assim é fácil, você muda as perguntas para responder o que quer!“.  Caaaalma, acontece que antes de falar o porquê de eu não responder a pergunta original preciso explicar um pouco sobre os poderes do cajun.

Segundo a nossa querida Enciclopédia Marvel, Gambit é uma bateria viva: ele absorve sua própria enedinamo-bike1rgia cinética, mais ou menos como um dínamo de bicicleta.

O dínamo da bicicleta usa o próprio movimento da roda para transformar essa energia cinética em energia elétrica que, em seguida, é transformada em energia luminosa (e, obviamente, em energia térmica).

Basicamente, é nisso que consiste o poder do “Gambito”: transformar energia cinética (de si mesmo) em energia térmica, luminosa e cinética novamente. Mas é esse o problema que confunde a galera. Gambit não deixa uma carta mais rápida! Na verdade, a velocidade de uma carta atirada por ele é a mesma (em média) que a atirada por uma pessoa sem o fator X (e, logo, é desinteressante para carecas aleijados).

Vamos entender de onde vem a energia do herói (e não é de achocolatados nem de cereais matinais): de sua própria energia cinética (consideremos que, de alguma forma, isso não dificulta os movimentos dele, ou mesmo se este fosse o caso, que ele tenha se adaptado ao problema).

OK, tendo isso em mente, sabemos que o Gambit passa a energia de sua bateria interna para os objetos que toca (bom, Gambit teve um aumento de poder – que, na verdade, foi primeiro uma redução e depois um aumento – e não precisa mais tocar para transferir seu poder, mas deixemos isso para lá) e este objeto simplesmente explode.65_gambit

gambit-2Acredito que alguns roteiristas consideram que ele possa até criar certo controle sobre a cinética da carta, como no filme X-Men Origens: Wolverine (que tava mais pra “Um Deadpool que Você Nunca Viu”), no qual ele parece controlar as cartas sem tocar, de forma similar a uma telecinesia. O que tenho a dizer disso?Esqueça! Bobagem, licença poética, chamem do que quiser – além de eu considerar esta uma péssima adaptação do mutante em um péssimo filme e com um ator mais ou menos, a ideia é bem fraca. Gambit não pode controlar telecineticamente as cartas, de acordo com a Wikia da Marvel.

 O que o cajun faz é explodir, ponto-final. E, segundo a sagrada Wikipédia, “a explosão é um processo caracterizado por um súbito aumento de volume e uma grande liberação de energia, geralmente acompanhado por altas temperaturas e pela produção de gases”.

Aumento de temperatura? Confere. Aumento de volume? Bem, é um pouco complicado sendo que, com certeza, ele não cria gases nas cartas, pois seria um poder bem deselegante.

Hipótese:

Considerando que a explosão possui 3 efeitos, Fisiológicos, Térmicos e Mecânicos, Gambit produz os efeitos Térmicos e Mecânicos transformando parte da energia e expandindo cineticamente a carta, gerando, assim, uma explosão simulada.

explosions-06“Mas, peraí, ele não poderia estar apenas quebrando átomos e gerando ‘energia explosiva’?”

Duvido. Com apenas 1 carta ele geraria o equivalente a 1 tonelada de dinamite, o que, por já estar falando demais aqui, nem vou calcular.

url

Enfim, vamos parar de enrolação e ir para os cálculos!

Pensemos primeiramente na quantidade de energia existente na bateria do Gambit. Bom, não há nenhuma informação da capacidade máxima de sua bateria, logo, não sabemos o limite de seu armazenamento e podemos ainda dizer que num caso extremo (bateria fraca) ele poderia absorver a energia cinética de seus órgãos e, por fim, de sua vitalidade, acabando assim por se exaurir. Isso explicaria as vezes em que o cajun usou seu poder ao extremo e correu risco de morte.

Pensemos na explosão máxima de uma carta. Um amigo meu (Jão, valeu) me lembrou de uma revista na qual Gambit diz que não energiza coisas muito pequenas porque elas podem machucar sua mão ao explodir. Isso deve ser pelo fato de que parte da energia vira calor, logo, um grão de areia derreteria antes de explodir. Fora que cartas são fáceis de carregar e mais baratas que facas, por exemplo.

Então, “roubei” alguns cálculos de um professor da USP (cujo nome não revelarei para que ele não vá contar para o meu orientador o porquê de eu estar aqui e não trabalhando) com os quais se chegou à conclusão de que uma pessoa gasta em média 2.500 kcal por dia (1 J = 4,18 cal) e, portanto, gastamos em movimentos corpóreos algo como 10.500 kj por dia (considerando que ele absorve toda a energia gasta, como um dínamo). Se pensarmos que o Gambit é um atleta, podemos considerar um valor maior, mas como não sabemos se ele consegue utilizar toda a energia que gera, esse valor é interessante.

Agora, vamos supor que essa energia gasta para manter o corpo em movimento foi completamente guardada pelo Gambit (só uma suposição, pensando num valor extremo para a explosão). Isso significaria o acúmulo máximo de energia em sua “genki dama.genki

(E antes que reclamem, sim, sim! Eu farei um cálculo da genki dama numa próxima oportunidade.)

Bão… temos os 10.500 kj que o Gambit acumulou o dia todo para soltar em uma pequena carta, e suponhamos que ele usará toda essa energia para torrar uma carta. Este será o valor de interesse, porém sabemos que ele perde uma certo quantidade deste valor em calor. Sempre vemos imagens dele com cartas flamejantes nas mãos e na maior parte das vezes há uma aura arroxeada, e acredito que aí está a energia de explosão.

Lembrando de novo! Uma explosão normal aumenta a energia cinética dos átomos e gera uma reação em cadeia, o que eu NÃO acredito que Gambit faça, senão ele teria bombas nucleares em mãos.

Prosseguindo. Após a explosão, vemos as cartas torradas e ele não pode perder muito, afinal o calor pode destruir a carta. Pedi ao meu amigo estagiário, o Toninho, me ajudar e ele descobriu que o valor de temperatura de auto-ignição do papel é 230⁰ C, então este é o valor máximo de temperatura que estipularemos para Gambit.

Vamos aos cálculos:eq1

 

214413Bem, então é isso, temos a energia dividida entre térmica e “explosiva”. Muitos amigos meus acreditam que eu deva calcular o grau de agitação das moléculas (aquela história de nKt), mas eu penso que não devemos levar o poder dele a esse nível. Acho que ele simplesmente joga energia térmica na carta e não vamos complicar as coisas aqui senão perderemos o “tchans” desta coluna, que é usar apenas física básica para leigos.

Assim, iremos usar o velho e bom “quemacete“. Calculemos a energia térmica: considerando que a massa de 1 carta de baralho é aproximadamente 4 g resultado que consegui dividindo o peso de um baralho completo por 52 -, o calor específico do papel é 0,45 e a temperatura inicial é a ambiente (24⁰), sendo que a temperatura final é a de ignição da carta (230⁰), bora brincar com os números. Vamos considerar que Gambit está na praia (?), ou seja, no nível do mar e com as regras fabulosas da CNTP. Ah, já ia me esquecendo, falta colocar as incertezas (suprimindo as contas). Com isso… vamos lá:eq2

 

Ou seja, a energia gasta para queimar a carta é absurdamente pequena e podemos até ignorá-la. E, então, o que temos?eq3

O quê? E aí? O que isso significa? É muito? É pouco?

Bom, vamos comparar: uma explosão desse nível equivale a 2,5 g de TNT. Fiquei um pouco chateado, achando muito pouco, porém dei uma zapeada rápida na internet e descobri vários tipos de explosivos. Não sabemos exatamente qual seria mais adequado para simular os poderes de Gambit, mas olhe este vídeo caseiro de apenas 2 g de TNT:

O que me parece razoável ao se usar uma carta, contudo, segundo minha hipótese, o que importa é a quantidade de energia que ele irá colocar nos objetos, independentemente da massa deles. No entanto, com isso Gambit teria de gastar enormes quantidades de energia para explodir algo grande.

Portanto, de onde ele absorve tanta energia? Como o Gambit consegue seu poder? Pois fazendo um cálculo rápido, considerando que ele gaste metade de um baralho por missão (o que é pouco), Gambit se tornaria inútil em 3 meses como super-herói devido ao gasto de energia.

Parei para ler e reler sobre seus poderes e descobri que o Gambit também tem uma aura de energia de interferência (que o torna imune a ataques psíquicos e ainda pode anular parte dos poderes de outros – garantindo alguns amassos com a Vampira, mas isso só depois de tomar uns chifres) e, com isso, ele absorve a energia à sua volta.  E não só a energia de seu corpo, mas a de tudo ao redor; cada grão de poeira ou mesmo o vento têm suas energias cinéticas absorvidas!

E não é só isso: Gambit possui desenvolvimento físico sobre-humano, o que explica o fato de seu corpo possuir uma enorme capacidade para gasto e geração de energia. Um atleta comum pode gastar o dobro da energia média em exercícios, sem problemas, então podemos supor que Gambit pode gastar de 5 a 10 vezes o valor médio diário, dependendo de seu uso. Minha hipótese é que Gambit pode aumentar ainda mais esse consumo, amplificando a geração de energia – o que, claro, pode danificar seu corpo.

CONCLUSÃO: Gambit facilmente explode uma carta com o equivalente a 2,5 g de TNT, que é NÃO é uma biribinha, e pode arrancar seus dedos ou dentes.

Possivelmente seu corpo precisa de muita energia para funcionar e, consequentemente, eu acredito que absorverá pelo menos 10 vezes mais que isso.

Mas como ele anula os poderes com essa aura? Bem, isso fica para outro dia…

Anúncios

Um comentário sobre “X-Ciência – Qual é o poder de explosão de uma carta do Gambit?

  1. Pingback: X-CIÊNCIA – Como funciona o Vibranium? |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s